Prefeita de Itaquara tem contas aprovadas com ressalvas - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha


EDITORIAL

Viajando no tempo: do Jornal Itiruçu, evoluindo até o Itiruçu Notícias


O tempo urge e as memórias ficam, para revela a sua história. Recebi do amigo poeta Claudio Fernandes uma lembrança dos primeiros passos na área da informação. Na época não tinha internet, blogs, redes sociais, sites muito mesmo WhatsApp, mas já naquela época dávamos os primeiros passos na área da comunicação escrita. CONTINUE LENDO


COLUNISTAS

Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


Prefeita de Itaquara tem contas aprovadas com ressalvas

Por: Itiruçu Notícias - - quarta-feira, 18 de maio de 2016 - 0 Comentários

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta quarta-feira (18/05), por maioria de votos (3 a 2), concedeu provimento ao pedido de reconsideração formulado pela prefeita de Itaquara, Iracema Barretto Araújo, para emitir novo decisório, desta vez pela aprovação com ressalvas das contas referentes ao exercício de 2014. Foram mantidas as multas aplicadas à gestora nos valores de R$2 mil e R$43.200,00.
O voto originário, emitido pelo conselheiro Paolo Marconi, recomendou a rejeição das contas, vez que a prefeita extrapolou o limite máximo de 54% da receita corrente líquida para gastos com pessoal, estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal. A decisão foi derrubada pela maioria dos conselheiros, que apresentou voto divergente no sentido de permitir a flexibilizar desse índice, em razão da grave crise de arrecadação enfrentada pelos municípios, opinando pela aprovação com ressalvas das contas. Por fim, o conselheiro Fernando Vita pediu vista do processo.
Na sessão de hoje, o conselheiro Fernando Vita apresentou o voto de vista mantendo a mesma linha do originário, emitido pelo conselheiro Paolo Marconi, no sentido da rejeição, entendendo que, mesmo após atendida a solicitação da gestora e extraídos os valores gastos com insumos e verbas indenizatórias, o índice alcançou 60,93%, ainda superior aos 54% da LRF. Posto em votação, manteve-se o voto divergente que opinou pela aprovação com ressalvas. A multa no valor equivalente a 30% dos subsídios anuais do gestor – R$43.200,00 –, porém, também por três votos a dois, foi mantida.
Ascom TCM-Bahia


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif