Médico do Samu mata colega e depois se mata - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : Eleições em Itiruçu

Eleições  serão realizada neste domingo dia 07 de outubro.  Se a mesma empolgação dos eleitores para as eleições do próximo domingo...


MAIS LIDAS DO MÊS


Médico do Samu mata colega e depois se mata

Por: Itiruçu Notícias - terça-feira, 24 de maio de 2016 - 0 Comentários


O crime aconteceu por volta das 11h no refeitório da unidade, que fica na Avenida Doutor Paulo de Moraes, no bairro Paulista. O médico baleado, Deives Dias de Oliveira, de 40 anos, morreu no local. O atirador, Jorel Bottene, de 52, foi socorrido, mas chegou sem vida ao hospital.
Segundo o delegado Ruy Luiz Ramires, responsável pelo inquérito, a irmã de Bottene informou à investigação que ouviu o médico comentar que estava chateado com o colega e que vinha sendo perseguido, o que aumenta a chance da motivação do crime ser um desentendimento profissional.
crime-samu2
A Polícia Civil apura a possibilidade de um desentendimento profissional no caso do médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que matou um colega e se matou dentro da central da unidade, em Piracicaba (SP), na manhã desta terça-feira (24).

Jorel Bottene atirou em outro médico no Samu (Foto: Fabrice Desmonts/Câmara)
No entanto, Ramires afirmou que a Polícia vai analisar outras possibilidades e, por enquanto, não descarta nenhuma suspeita – inclusive a de um envolvimento de uma terceira pessoa ou um crime passional. “Vamos investigar com certeza se uma terceira pessoa incentivou o médico a fazer isso ou até se pode ser um crime passional. No momento não podemos descartar nada, mas a primeira possibilidade é uma briga profissional”, disse o delegado.
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, Jorel Bottene era clínico geral e não estava na escala de trabalho desta terça. Ele chegou à unidade do Samu e atirou quatro vezes contra Oliveira, que era coordenador da Central de Vagas do Sistema Único de Saúde (SUS) de Piracicaba.
*Do G1 Piracicaba e Região


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação