31 de maio: Dia Mundial Sem Tabaco - Itiruçu Notícias
Arrow
Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


31 de maio: Dia Mundial Sem Tabaco

Por: Itiruçu Notícias - terça-feira, 31 de maio de 2016 - 0 Comentários


Criado pela OMS (Organização Mundial de Saúde), o Dia Mundial Sem Tabaco, celebrado em 31 de maio, chama atenção da sociedade para as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo. Com as políticas de controle de tabagismo, o número de brasileiros fumantes caiu 30% nos últimos nove anos, segundo dados do Ministério da Saúde, apesar disso um em cada 10 pessoas ainda tem o hábito de fumar.

Apesar da Lei Antifumo adotada pelo Brasil para reduzir o consumo de tabaco, com a proibição de cigarro, cigarrilhas, charutos, cachimbos e outros produtos fumígenos, derivados ou não do tabaco, em ambientes de uso coletivo, e das restrições à publicidade do cigarro, um em cada 10 brasileiros ainda tem o hábito de fumar. Considerado pela OMS a principal causa de morte evitável em todo o mundo, o tabagismo causa cerca de 6 milhões de mortes a cada ano. Segundo dados do INCA, o consumo de derivados do tabaco está associado a 90% dos casos de câncer de pulmão diagnosticados. Além de ser o principal responsável pelos casos de câncer de pulmão, considerado um dos tumores mais letais, o cigarro é fator de risco para mais de 50 doenças, inclusive outros tipos de câncer, como o de boca, traqueia, faringe, laringe, esôfago, dentre outros. "O cigarro, inclusive para o fumante passivo, é fator de risco para vários tipos de cânceres e outras doenças graves cardiovasculares e respiratórias, parar de fumar traz um ganho imensurável à saúde," esclarece a oncologista Clarissa Mathias, do NOB (Núcleo de Oncologia da Bahia) / Grupo Oncoclínicas.

Imunoterapia: avanço no tratamento do câncer de pulmão aprovado no Brasil

No mês passado (abril), o primeiro imuno-oncológico para tratar câncer de pulmão foi aprovado no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). A droga nivolumabe, já usada nos EUA e na Europa, traz novas perspectivas para o tratamento de pacientes com o câncer de pulmão localmente avançado ou metastático e aumenta sua sobrevida. A droga também é indicada para o câncer de pele melanoma.

A imunoterapia é uma das tendências mundiais da oncologia. "É uma abordagem terapêutica com drogas que estimulam o sistema imunológico para que ele reaja contra o tumor, atacando as células cancerígenas", explica a médica Clarissa Mathias.

Além da imonuterapia, que representa um avanço no tratamento da doença, as cirurgias minimamente invasivas, as novas terapias com drogas-alvo mais eficazes e menos tóxicas, a individualização do tratamento e a abordagem multidisciplinar da doença têm favorecido o tratamento e o retorno cada vez mais rápido dos pacientes às suas atividades normais, desmitificando a ideia de que o câncer de pulmão é uma sentença de morte e garantindo mais qualidade de vida aos pacientes.

Benefícios de parar de fumar

Fumantes chegam a ter 20 vezes mais chances de ter câncer de pulmão que não fumantes, 10 vezes mais chances de ter câncer de laringe e de duas a cinco vezes mais chances de desenvolver câncer de esôfago, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Segundo informações do Instituto, após os primeiros 20 minutos sem fumar, a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal; após 8 horas o nível de oxigênio no sangue se normaliza e após dois dias já é possível perceber melhor o cheiro e o gosto dos alimentos. Após 10 anos o risco de desenvolver câncer de pulmão cai à metade e após 20 anos esse risco será quase igual ao de quem nunca fumou.

“O ex-fumante ganha mais energia, fôlego e disposição para suas tarefas diárias”, afirma a médica. Além disso, há as vantagens a médio e longo prazo como o aumento da capacidade pulmonar e da energia, a melhora do aspecto da pele, além do ganho da autoestima e da redução do risco de desenvolvimento da doenças cardiovasculares, respiratórias e cânceres.

A decisão de abandonar o vício do tabagismo é fundamental após o diagnóstico de um câncer, sobretudo o de pulmão, mas a força de vontade nem sempre é suficiente. Muitas vezes o paciente precisa contar com o apoio de uma equipe multidisciplinar, normalmente formada por médicos, nutricionistas e psicólogos.

 O cigarro é responsável por, pelo menos, 22% de todas as mortes por câncer no Brasil. O INCA estima cerca de 28.190 mil novos casos de câncer de pulmão em 2016 no Brasil.

Sobre o NOB

O NOB integra o grupo Oncoclínicas, que reúne 34 unidades de referência no tratamento oncológico no país. Fundado em 1992, o Núcleo de Oncologia da Bahia (NOB) tem sua sede na Avenida Ademar de Barros, 123, no bairro de Ondina, em Salvador, e conta também com unidades em Lauro de Freitas e no Hospital da Bahia, tendo como missão o acolhimento e a saúde integral do paciente oncológico. Para isso, conta com um corpo clínico formado por diversos especialistas, dentre oncologistas, hematologistas, reumatologistas, algologistas (tratamento da dor), nutricionistas e psicólogos que atuam juntos de forma multidisciplinar, com foco no atendimento humanizado e individualizado para garantir o melhor para o paciente. Sua equipe é altamente qualificada e comprometida com o aprimoramento contínuo.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif