STJ aprova pedido de impeachment de Michel Temer - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha


EDITORIAL

Lembranças de Tom Scaldaferri: "Parece que foi ontem"


Da última vez que estive em Itiruçu, fiz questão de beber uma gelada no BAR SÃO JORGE!
Cortei uma prosa com meu grande amigo Valdo, e tive o prazer de relembrar aqueles velhos tempos nos anos 70 e 80!
Agora, fui além nas minhas lembranças quando revivi também os tempos de Seu Lior (pai de Marina e Gildenor), de Afonso e do meu tio Raimundo Scaldaferri! CONTINUE LENDO


COLUNISTAS




Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


STJ aprova pedido de impeachment de Michel Temer

Por: Itiruçu Notícias - - terça-feira, 5 de abril de 2016 - 0 Comentários


O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, determinou que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), dê sequência ao pedido de impeachment contra o vice-presidente, Michel Temer, arquivado por ele em dezembro.

O autor do pedido é o advogado mineiro Mariel Márley Marra, que recorreu ao Supremo depois que Cunha arquivou a peça em uma decisão monocrática.

De acordo com o ministro do Supremo, Cunha não poderia ter simplesmente arquivado o pedido, mas sim transmitir a função para uma comissão especial, que deveria analisar se as acusações contra Temer têm ou não consistência.
No documento, o advogado sustenta que Temer cometeu crime de responsabilidade e atentou contra a lei orçamentária ao assinar decretos autorizando as chamadas 'pedaladas fiscais' - abertura de crédito suplementar para o pagamento de programas sociais. A presidente Dilma Rousseff sofre processo impeachment sob a mesma acusação.

Nesta terça-feira, o presidente da Câmara rejeitou outros dois pedidos de impeachment de Temer, um deles apresentado por Cid Gomes. O ex-governador do Ceará acusa no documento Temer e o PMDB de serem citados na Operação Lava Jato.
Cunha ainda pode recorrer da decisão de Marco Aurélio e pedir para que o caso seja avaliado pelo plenário do Supremo.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif