Liderança do PSOL é ameaçado de morte por prefeito - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Liderança do PSOL é ameaçado de morte por prefeito

Por: Itiruçu Notícias - quarta-feira, 20 de abril de 2016 - 0 Comentários


O Presidente do Diretório Municipal de Itaguaçu do PSOL, Davi Tourinho, localizado  a 476,19 km da capital baiana, denuncia que está sofrendo ameaças de morte feitas pelo prefeito Adão Alves de Carvalho(PSD-BA) e familiares em plena praça pública. Segundo informações a liderança do PSOL esclarece que as ameaças começaram a ocorrer após Davi entrar com diversos processos no Ministério Público Federal e Estadual nos quais acusa a prefeitura de desvio de verba pública, contratações indevidas, regimes de semiescravidão, superfaturamento da obras do Governo Federal e crimes eleitorais.  

O militante começou a entrar com  ações na justiça a partir de dezembro do ano passado quando apresentou ao Ministério Público fortes indícios de superfaturamento nas obras referentes ao calçamento da rua José Búzio de Carvalho onde a prefeitura recebeu o repasse do Ministério das Cidades de R$ 490mil e a obra ainda continua inacabada, com  o prazo de entrega já ultrapassado.

Outro processo que levanta várias suspeitas de superfaturamento e desvio da verba pública refere-se à construção da creche municipal na qual recebeu um repasse do Ministério da Educação de R$ 1.319.670.72  (um milhão trezentos e dezenove mil e seiscentos e setenta reais e setenta e dois centavos) e encontra-se também inacabada. Tourinho salienta que, de uma forma suspeita e duvidosa,  foi divulgada no site do Governo Federal que a  obra  foi concluída em 31  em dezembro de 2015. Segundo Davi Tourinho, a informação que consta no site é  inverídica, a obra ainda está inacabada e, além disso, foi solicitado ao Governo Federal mais um repasse de R$ 140 mil para construção do muro da creche que, também, não foi finalizado, apresentando fortes indícios de superfaturamento.

 O militante explica que outro processo protocolado contra a Prefeitura diz respeito às contratações indevidas de garis que prestam serviço de limpeza pública. Tourinho judicializou uma ação no Ministério Público Estadual na qual denuncia a presença de trabalho semiescravo no município. Segundo ele, os garis recebem apenas R$ 250,00 mensais há cerca de quatro anos.

 O socialista lembra ainda que o prefeito descumpriu o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) estabelecido pelo Ministério Público Federal que previa a realização de Concurso Público em 2012 no município. Tourinho ressalta que o processo estava paralisado e após a denúncia feita por ele de semiescravidão na cidade, o juiz vai executar a sentença de improbidade administrativa  e está próxima de ser aplicada uma multa diária de R$ mil reais a ser paga pela prefeitura por causa  do descumprimento do TAC. Tourinho destaca que devido às constantes ameaças de morte foi obrigado a mudar a rotina cotidiana, evitar locais públicos e teve que registrar uma queixa nesta quarta-feira (20), na Delegacia de Itaguaçu, no qual relata o processo de perseguição e perigo que está passando.  (Boletim de Ocorrência anexo)

 O Presidente Estadual do PSOL Bahia, Ronaldo Santos, disse que o Prefeito de Itaguaçu é um Corrupto, um sanguessuga do dinheiro do Povo que tenta intimidar com ameaças o militante e dirigente do PSOL. “ O PSOL tem moral política para apontar o dedo para Corruptos a exemplo desse prefeito de Itaguaçu”, ressaltou Santos. Na próxima semana,  o Presidente Estadual junto com demais membros da Direção Estadual do PSOL Bahia irão formar uma caravana em direção ao município  para se reunir com Davi Tourinho e a militância local e Denunciar ao Ministério Público as ameaças feitas pelo prefeito e familiares.
 Jaqueline Barreto


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes