PF é morto a tiros em rodoviária de Juazeiro - Itiruçu Notícias
Arrow

Acesse e curta nossa FAN PAGE no Facebook




Anuncie aqui seu evento! Apoio cultural Itiruçu Notícias


Campanha


As mais visitadas


Colunistas

O Seu Direito

Êta, Lê, Lê


Utilidade Pública


CENIPA

PM

PF é morto a tiros em rodoviária de Juazeiro

Edição: Itiruçu Notícias - - terça-feira, 1 de março de 2016 - 0 Comentários

O agente da Polícia Federal Wilson Teixeira Queiroz Neto foi morto a tiros durante um assalto na noite desta segunda-feira (29) na rodoviária de Juazeiro, no norte da Bahia. Segundo informações da PF, Teixeira reagiu ao assalto e acabou sendo baleado.

O crime aconteceu por volta das 21h30, no terminal rodoviário da cidade. Segundo a Polícia Militar, a ação aconteceu quando a vítima estacionou o veículo Strada, em frente à rodoviária do município.
Ele não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo dele foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica de Juazeiro.

Policiais militares da 75ª Companhia Independente da Polícia Militar (Juazeiro) isolaram o local e aguardaram a chegada do Departamento de Polícia Técnica (DPT) para remoção do corpo.
Teixeira estava na Polícia Federal desde 2011. Em 2015 ele foi transferido para Juazeiro, onde foi assassinado. Os bandidos fugiram levando o carro do policial. Ainda de acordo com a PF, o carro de Teixeira já foi localizado na manhã de hoje completamente carbonizado entre as cidades de Filadélfia e Ponto Novo.

Ainda não há informações sobre o sepultamento do policial. O caso está sendo investigado pela 17ª Coordenadoria da Polícia no Interior (Juazeiro) e pela Polícia Federal. Os bandidos estão foragidos.
As imagens das câmeras de segurança da rodoviária flagram o momento em que o policial é abordado por três bandidos. Assista:


(Foto: Reprodução)


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Publicidade

 photo dra rita coacutepia_zpsxcdxnsbz.png

 photo gilmarblogif_zpsi4cfgiei.gif
COMPRE AQUI

Ou pelo WhatsApp:
(11) 98109 7241

dddd

ddddddddddddddddddddddddd