Não seja direita ingênuo nem esquerda doente - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Não seja direita ingênuo nem esquerda doente

Por: Itiruçu Notícias - - domingo, 20 de março de 2016 - 0 Comentários


Uma pessoa consciente sabe que em todos os governos tivemos céus e infernos.
Sabe que um novo Brasil começou com o Plano Real, no governo Itamar Franco.
Sabe que o Fernando Henrique teve grande mérito nisso e em muitas outras coisas, como os programas sociais, a abertura do Brasil para o mundo, a estabilidade econômica.

Sabe que o FHC se reelegeu de maneira estranha, privatizou empresas de maneira estranha, tentou vender a Petrobrax (lembra?) de maneira estranha.
Uma pessoa consciente sabe que o Lula ampliou os programas sociais do FHC, criou outros igualmente importantes, como o FIES, tirou milhões da pobreza, deu mais dignidade aos negros, livrou o país do FMI e da ALCA dos EUA, teve uma das melhores políticas externas da história.

Sabe que esse mesmo Lula teve que abraçar o diabo pra conseguir isso, alimentar os cofres dos bancos, usar da mesma política do toma-lá-dá-cá que perdura desde os tempos coronelistas (desde que Brasil era colônia).
Uma pessoa consciente sabe que a Dilma ampliou o acesso ao crédito com redução do IPI e Minha Casa Minha Vida, deu maior dignidade às mulheres, aumentou o salário mínimo como nunca, fez reformas estruturantes, deu maior autonomia à Polícia Federal.

Sabe que essa mesma presidente(a) escondeu o tamanho da crise, insistiu em políticas fiscais austeras, não demonstrou liderança quando foi preciso e demorou pra entender as nossas demandas.
Também sabe que o presidente não governa sozinho e que a oposição contribuiu muito para a crise ao aprovar pauta-bomba, ao colocar o Cunha na presidência, ao criar o clima de terceiro turno.

Uma pessoa consciente sabe que o PT perdeu sua força, suas raízes e que os que apóiam hoje o Lula, apóiam com um pé atrás.
Uma pessoa consciente sabe que a Justiça não está investigando todos os lados como deveria. Sabe que a grande imprensa forma a opinião pública e coloca como se fosse a sua opinião. Ou pior, como se fosse a única opinião.

Sabe que, na política, ninguém é santo.
Por isso mesmo, já que nenhum lado é perfeito, uma pessoa consciente JAMAIS poderia bater no peito e dizer com PAIXÃO de que é ISSO ou AQUILO, que é ESSE ou AQUELE.

Essa pessoa consciente deveria deixar de lado suas paixões e analisar a política com mais qualidade. Porque a corrupção não começou com o PT, não vai acabar quando o PT sair, nem vai acabar se a oposição assumir. 
Essa é a hora da pessoa consciente da esquerda se unir à pessoa consciente da direita pra discutir como evitar tudo isso. Com reforma política, com reforma administrativa, com maior transparência, com menos mimimi, menos paixões, menos blogs mentirosos, menos imprensa golpista e mais racionalidade.

Uma pessoa consciente busca menos infernos. Não importa em que partido isso esteja. A única necessidade é que o céu seja para todos.
Porque, no fundo, é o que todos querem(os).
Você que defende um lado e seu amigo de facebook que defende o outro pensam mais parecido do que imaginam.
Isto é, claro, se forem pessoas conscientes.
Texto: Heitor Perpétuo


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum