Produção de petróleo da Petrobras supera meta - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Produção de petróleo da Petrobras supera meta

Por: Itiruçu Notícias - sábado, 16 de janeiro de 2016 - 0 Comentários


A produção de petróleo da Petrobras no Brasil atingiu 2,128 milhões de barris por dia (bpd) em 2015, crescimento de 4,6% em relação ao ano anterior. Segundo a empresa, a meta do Plano de Negócios e Gestão foi superada pela primeira vez em 13 anos – para 2015, a previsão era de 2,125 milhões. Já a média no pré-sal chegou a 767 mil barris por dia, um aumento de 56% sobre 2014. Incluindo o volume no exterior, a estatal obteve recordes históricos de produção no ano passado.
Com a extração de gás natural (alta de 9,8%), a produção total da companhia no Brasil foi a 2,6 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed). O volume representa expansão de 5,5% sobre o ano anterior.

"O resultado é importante por demonstrar a grande capacidade operacional da empresa, mesmo em um cenário global adverso para o setor de óleo e gás, e por reiterar, diante do mercado, a previsibilidade e a transparência dos rumos da companhia", afirmou, em nota, o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine.
No exterior, a produção média de petróleo caiu 14,4%, para 99 mil bpd. "Essa redução ocorreu, principalmente, em função da conclusão da venda de ativos na Colômbia e no Peru, ainda em 2014, e na Argentina, em março de 2015", diz a empresa. "Essas reduções tiveram seus efeitos parcialmente compensados pela entrada em produção dos campos de Saint Malo (dezembro/2014) e Lucius (janeiro/2015), nos Estados Unidos."

A produção média de gás natural no exterior (15,4 milhões m³/d) recuou 3,1% ante 2014. "No período, foram concluídas as transferências de unidades no Peru e na Argentina, e houve entrada em operação do campo de Hadrian South, em março de 2015, nos Estados Unidos, e dos novos poços em Rio Neuquén, na Argentina", informa a Petrobras.
Somando a produção no Brasil e no exterior, o total foi de 2,23 milhões bpd, 3,6% acima de 2014, enquanto óleo e gás totalizaram 2,79 milhões boed, alta de 4,3%. Dois recordes históricos, segundo a estatal.
Rede Brasil atual.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes